Município da Covilhã
Tlf:. 275 330 600
Jan.22.2018
União de Freguesias de Casegas e Ourondo

CASEGAS

Morada:
Rua Direita, nº2
6225-123 Casegas

Tel./Fax: (+351) 275 663 490

OURONDO

Morada:
Rua das Escolas, nº14
6230-900 Ourondo

Tel. : (+351) 275 662 798

Email: geral@uf-casegasourondo.pt

Horário Casegas

de Segunda a Sexta-feira: das 13:00h às 17:00h

Horário Ourondo

Quarta-feira: das 9:00h às 11:00h

Posto de Correios Casegas

de Segunda a Sexta-feira: das 8:00h às 12:00h

Posto de Correios Ourondo

de Segunda a Sexta-feira: das 9:00h às 13:00h

Ourondo

Cercada pelas Serras da Estrela, Gardunha, Cebola e Maúnça, a freguesia do Ourondo era, antes da reorganização administrativa de 2013, uma das mais pequenas do Concelho da Covilhã, sendo potenciada em recursos naturais e diversidade endógena. A água é um elemento que abunda, devido ao facto da freguesia estar situada entre os cursos de água da Ribeira da Caia, a sul, e o Zêzere, a norte.

Em 2013 foi agregada com a freguesia de Casegas, formando a União das Freguesias de Casegas e Ourondo, cuja sede é em Casegas.

Especula-se acerca do nome Ourondo e das suas origens. A existência de minas de ouro, no sítio da Moita, será umas das razões mais plausíveis (até pela proximidade geográfica à zona do Couto Mineiro).

A Capela de São João, cuja romaria é celebrada no terceiro fim-de-semana de Junho, a Igreja Paroquial, datada do século XVII, dotada de quatro altares laterais e um altar-mor em talha dourada, a Capela de Santo Amaro e a Capela de Nossa Senhora do Carmo, são exemplos do património do Ourondo. Neste aspecto, é de referir também o casario de épocas remotas, constituído por habitações senhoriais e pequenos palacetes, construídos em xisto e pedra milheira.

Casegas

A trinta quilómetros da Covilhã, a antiga freguesia de Casegas (agora pertencente à União das Freguesias de Casegas e Ourondo, sendo a sua sede) situa-se entre as ribeiras de Unhais e de Casegas, nos contrafortes da Serra da Estrela, a sul do concelho.

Acerca da designação toponímica “Casegas”, diversas opiniões se têm levantado até hoje. A proveniência de Casa Egas, algum indivíduo que no passado aqui tenha tido grande importância, constitui a hipótese mais plausível.

Uma curiosidade acerca de Casegas (e que poderá atestar a sua importância territorial) consiste no facto desta aparecer no primeiro mapa de Portugal conhecido. Elaborado em 1561 por Fernando Alvares Seco, nele aparece "Caregas". Na obra "O Mais Antigo Mapa de Portugal", de Amorim Girão, Joaquim da Silveira e outros autores, esta região do concelho é descrita e torna-se clara menção a Casegas.

A igreja paroquial (1933-1934), dedicada a São Pedro, é o exemplo mais rico de património eclesiástico.

Com um subsolo rico em estanho, volfrâmio, pirite e outros minérios, a exploração mineira não é, no entanto, a principal forma de subsistência. O sector primário, (agricultura, a exploração florestal e pecuária) é dominante. A panificação, a serralharia civil, a construção civil e os lagares de azeite constituem também uma forte pedra basilar na economia da freguesia.

Casegas

  • Capela das Almas
  • Capela do anjo da Guarda
  • 1ª Casa de Casegas "Abrasonada"
  • Igreja Paroquial
  • Ponte de Origem Romana
  • Forno Comunitário
  • Lagar de Azeite
  • Moinhos Tradicionais
  • Museu de arte sacra
  • piscinas naturais ao longo da ribeira

Ourondo

  • Igreja Matriz
  • Santuário de Nossa Senhora do Carmo
  • Capelas de Santo Amaro e de São João
  • Ponte de Ourondo/Casegas - arcos em granito
  • Jardim Dr. Carlos Coelho
  • Fonte do Moinho
  • Fonte Velha
  • Alagoa

Presidente 

César Araújo Craveiro

Secretária

Andreia Carolina Gonçalves Mendes

Tesoureiro

José Dias Pacheco

Presidente da Assembleia de Freguesia

Tiago dos Santos Serrão

1ª Secretário

Gonçalo Lavrador Araújo

2ª Secretário

Carlos Manuel Serrão Gonçalves