Município da Covilhã
Tlf:. 275 330 600
Set.26.2017

ARMAS:
De azul com uma estrela de seis raios de prata carregada por um rodízio de vermelho realçado de ouro posta em pala. Em chefe e contra chefe, uma faixa ondeada de prata. Coroa mural de cinco torres de prata. Listel branco com os dizeres "Cidade da Covilhã" a negro. Envolvendo o pé e flancos das Armas, as insígnias das Ordens de Cristo e do Mérito Industrial, suspensas das fitas, tudo de suas cores.

BANDEIRA:
Quarteada de quatro peças de branco e quatro peças de vermelho. Cordões e borlas de prata e de vermelho. Haste e lança douradas.

SELO:
Circular, tendo ao centro as peças das armas sem indicação dos esmaltes e em volta, dentro de círculos concêntricos, os dizeres "Câmara Municipal da Covilhã". Envolvendo o selo, as fitas das Ordens de Cristo e do Mérito Industrial suspendendo as respectivas insígnias.
Como as principais peças das Armas são a estrela e o rodízio, a bandeira é branca (que representa a prata) e vermelha. Para cortejos e outras cerimónias a bandeira é de seda, bordada e com a área de um metro quadrado. A coroa mural de cinco torres e a bandeira quartejada de oito peças, é o que está determinado para simbolizar as cidades.
O campo das Armas da Covilhã é de há muitos anos esmaltado de azul, cor que heraldicamente significa zelo, caridade e lealdade.
A estrela e os rios são de prata porque este metal na heráldica, denota humildade e riqueza.
O rodízio é de vermelho, porque este esmalte significa Vitórias, força, energia, actividade e vida. O rodízio é realçado de ouro por ser este o metal mais rico na heráldica e que significa nobreza, fé, fidelidade, constância, poder e liberdade.
Com estas peças e com estes esmaltes ficam realçadas e dignificadas a história da Covilhã e a índole dos seus naturais.
 

Documentos