Município da Covilhã
Tlf:. 275 330 600
Mar.09.2021
Notícias
NOVA UNIDADE MÓVEL DE SAÚDE A FUNCIONAR ESTA SEMANA
08-03-2021

NOVA UNIDADE MÓVEL DE SAÚDE A FUNCIONAR ESTA SEMANA

Nesta semana, a Câmara Municipal da Covilhã, em colaboração com o ACES Cova da Beira, coloca a nova Unidade Móvel de Saúde ao serviço dos covilhanenses de todo o Concelho. Esta viatura constitui-se como recurso de excelência, que vai permitir o reforço dos serviços de saúde, aumentando a prevenção e o diagnóstico precoce, garantindo mais e melhor acompanhamento de proximidade das populações mais isoladas e carenciadas. A Unidade Móvel de Saúde é uma viatura elétrica equipada com nebulizador ultrassónico portátil, aspirador de secreções, monitor ambulatório de pressão arterial e oxímetro, aparelho de eletroestimulação portátil, andarilho, pedaleira, mala térmica, instalação elétrica na bagageira e quatro portas USB, espaços de arrumos, recipiente fechado para colocação de resíduos hospitalares e dispositivos médicos reutilizáveis, suporte para antissético líquido das mãos, papel de limpeza, entre outros equipamentos e valências necessários para prestar cuidados de saúde com qualidade.  Recordamos que a cerimónia de entrega das Unidades Móveis de Saúde aos Presidentes dos Municípios que integram a CIM-BSE decorreu no passado dia 3 de março, na Guarda, contando com a presença do Presidente do Município da Covilhã, Vítor Pereira, da Ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, do Secretário de Estado Adjunto da Saúde, António Lacerda Sales e do Secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo. A candidatura prevista no pacto da CIM-BSE na PI 9.7 (Investimentos na saúde e nas infraestruturas sociais) feita no âmbito de uma candidatura financiada pelo Programa Operacional Centro 2020, designada “Unidades Móveis de Saúde para o território CIM-BSE”, contou com um investimento de 612.079 euros e uma comparticipação de 85% pelo FEDER.    
AUTARQUIA REIVINDICA MAIS E MELHORES SERVIÇOS FERROVIÁRIOS
03-03-2021

AUTARQUIA REIVINDICA MAIS E MELHORES SERVIÇOS FERROVIÁRIOS

O Presidente da Câmara Municipal da Covilhã, Vítor Pereira, apresentou um conjunto de reivindicações e propostas sobre serviços de transporte ferroviário em reuniões recentes com o Ministro das Infraestruturas e com o Presidente da CP – Comboios de Portugal. O autarca reclama o reforço da oferta Intercidades com a criação de uma ligação ao norte/litoral do país, designadamente a Aveiro, Porto e Braga, a melhoria do serviço de comboios interurbanos no eixo Guarda-Belmonte-Covilhã-Fundão-Castelo Branco e a reposição do serviço internacional Sud-Express (Lisboa-Paris) e Lusitânia (Lisboa-Madrid). Vítor Pereira reivindicou também obras de melhoramento na linha da Beira Baixa, no sentido de, até 2030, reduzir a duração da viagem ferroviária Covilhã-Lisboa das atuais 03h20 para 02h45, ou seja, menos 35 minutos de viagem. O Presidente do Município da Covilhã obteve confirmação da parte do Presidente da CP de que as ligações ao Norte serão uma realidade, após a conclusão das obras da linha da Beira Alta, previstas para 2023. Assim, a Covilhã passará ainda a ter seis ligações diárias a Lisboa: as três já existentes, via linha da Beira Baixa; três novas, pela linha da Beira Alta. Quer o Governo quer a CP manifestaram a sua concordância com as pretensões apresentadas, saudando a visão estratégica do Município da Covilhã relativamente à mobilidade ferroviária. O Ministro das Infraestruturas comprometeu-se a estudar a “operacionalidade” destas propostas “razoáveis e realistas” e a avaliar a introdução das mesmas no Plano Nacional da Ferrovia, atualmente em preparação.  
MUNICÍPIO PROMOVE ACESSIBILIDADE INCLUSIVA NO CENTRO DA COVILHÃ
03-03-2021

MUNICÍPIO PROMOVE ACESSIBILIDADE INCLUSIVA NO CENTRO DA COVILHÃ

A Câmara Municipal está a executar um ambicioso projeto de intervenção no centro cívico e histórico da Covilhã, com o objetivo de promover e melhorar consideravelmente a acessibilidade inclusiva no “coração” da cidade.   Com um valor de 132.224,00 € + IVA, a empreitada a realizar nos próximos meses designa-se "+ Acesso - Promoção de acessibilidade inclusiva - Praça do Município e Zona envolvente da Covilhã". O vasto conjunto de intervenções destinam-se a adaptar os acessos dos espaços envolventes e dos edifícios públicos municipais a cidadãos de mobilidade reduzida, dando cumprimento às medidas previstas no âmbito do Plano de Ação de Mobilidade Urbana Sustentável (PAMUS) das Beiras e Serra da Estrela. Os edifícios a intervencionar serão: os Paços do Concelho; Balcão Único e Espaço do Cidadão; Teatro Municipal; Centro de Incubação de Indústrias Criativas; serviços municipais de Urbanismo e Fiscalização de Obras Particulares. Além destes, destaca-se ainda a existência de diversos outros serviços públicos e de interesse público, todos eles concentrados e com acesso pela Praça do Município, tais como instituições bancárias, serviços dos correios, escritórios, razão pela qual é sempre grande a afluência de pessoas ao centro da cidade. A intervenção pretende requalificar a rede pedonal da área, implementar meios adequados também à circulação segura de pessoas invisuais, e apostar em meios tecnológicos da nova geração de sinalética e iluminação vertical, com vista a garantir a existência de percursos acessíveis, inclusivos e seguros no centro urbano e nas ligações aos principais serviços e/ou equipamentos públicos. O percurso/corredor onde os trabalhos irão decorrer comporta cerca de 500 metros lineares, com uma área de intervenção de 8.500 m2. Todas as medidas propostas no projeto têm em consideração o facto de a Praça do Município ser uma zona de proteção do património edificado, acautelando a melhor integração das soluções e materiais no ambiente visual do espaço a intervir. Para o Presidente da Câmara Municipal, Vítor Pereira, “estas importantes intervenções vão melhorar significativamente a acessibilidade inclusiva no centro da cidade. A empreitada terá impacto municipal face à natureza dos serviços e à sua localização na Praça do Município da Covilhã, onde existe uma concentração de edifícios e serviços públicos de maior procura, cujos acessos serão agora adaptados a cidadãos de mobilidade reduzida de todo o Concelho”.  
ESPLANADAS DA COVILHÃ NÃO PAGAM TAXA ATÉ AO FIM DO ANO
01-03-2021

ESPLANADAS DA COVILHÃ NÃO PAGAM TAXA ATÉ AO FIM DO ANO

A Câmara Municipal da Covilhã determinou a aprovação de um regime excecional de apoio aos estabelecimentos de restauração e bebidas para alargamento ou atribuição de esplanadas, com isenção de taxa até ao fim do corrente ano.   Com esta medida, o Município visa apoiar a retoma futura da economia local e minimizar os prejuízos causados aos estabelecimentos de restauração e bebidas durante o atual encerramento, determinado pelo Governo no âmbito do combate à pandemia da covid-19. Pretende-se também facilitar o cumprimento das regras de distanciamento físico, permitindo privilegiar o espaço exterior alargado para servir mais clientes. O pedido deverá ser efetuado em formulário próprio onde constará a planta de localização/ortofotomapa com a capacidade de instalação da esplanada, número de mesas e cadeiras que o operador pretende instalar, medidas do espaço da esplanada e fotografias. Apesar da isenção das taxas associadas, nos casos de aumento da área da esplanada ou criação de nova terá sempre de ser efetuada a comunicação da ocupação de novo espaço, no Balcão do Empreendedor ou no Balcão Único da Câmara Municipal.  Será permitida a instalação de esplanada em área superior à fachada do respetivo estabelecimento sempre que os proprietários do prédio contiguo o autorizem — até agora só podia ser em frente à própria fachada -, não sendo necessário efetuar prova da autorização dos proprietários do prédio contiguo, embora os proprietários devam proceder aos pedidos de autorização. Sempre que exista algum tipo de reclamação, por parte do proprietário do prédio contiguo, o proprietário do estabelecimento fica obrigado a instalar a esplanada na zona contígua à fachada do respetivo estabelecimento.  
MUNICÍPIO DA COVILHÃ E COOLABORA PROMOVERAM SEMANA DA VIOLÊNCIA NO NAMORO NAS ESCOLAS DO CONCELHO 
24-02-2021

MUNICÍPIO DA COVILHÃ E COOLABORA PROMOVERAM SEMANA DA VIOLÊNCIA NO NAMORO NAS ESCOLAS DO CONCELHO 

MUNICÍPIO DA COVILHÃ E COOLABORA PROMOVERAM SEMANA DA VIOLÊNCIA NO NAMORO NAS ESCOLAS DO CONCELHO  A Câmara Municipal da Covilhã e a CooLabora, parceiras na luta contra a violência doméstica e de género, dedicaram a semana de 15 a 19 de fevereiro à prevenção da violência no namoro, convidando alunas e alunos a participar em ações de sensibilização e reflexão, adaptadas ao contexto de pandemia em que vivemos, através de videoconferência.  Para o efeito, foram lançados dois desafios aos agrupamentos de escolas e escolas não agrupadas do concelho da Covilhã, designadamente uma sessão online síncrona, através da plataforma zoom, com aplicação de um quiz, seguido de debate, destinada a alunos/as do 9º ano ao 12º ano de escolaridade, e a produção de um poster original com uma mensagem ou slogan alusivos à prevenção da violência no namoro.   A iniciativa revelou bastante interesse e participação por parte das escolas e respetivas comunidades escolares, tendo participado turmas da Escola do 2º e 3º Ciclos do Tortosendo, do Agrupamento de Escolas Frei Heitor Pinto, da Escola Secundária Campos Melo, da Escola Secundária Quinta das Palmeiras, da EPABI e da Escola Profissional Agrícola Quinta da Lageosa. No total, foram envolvidas 18 turmas e 269 alunas e alunos do 3º ciclo e do ensino secundário. Registou-se ainda a participação criativa de alunos das diferentes escolas através da produção de cartazes de sensibilização para o tema. Considerando que a violência nas relações se inicia cada vez mais cedo e atendendo ao aumento de denúncias às autoridades relativamente a casos que configuram situações de violência no namoro, no ano transato em 2020, o tema da violência no namoro constitui uma problemática social bastante pertinente e que impõe uma abordagem pedagógica.  A Coolabora tem em funcionamento um gabinete de apoio a vítimas de violência doméstica, cujos serviços são gratuitos e confidenciais. Para mais informações, contactar: telemóvel - 963603300; e-mail apoiovitimacoolabora@gmail.com