Município da Covilhã
Tlf:. 275 330 600
Abr.11.2021
09-03-2021

RICHARD ZIMLER NO CAFÉ LITERÁRIO DA COVILHÃ

A Câmara Municipal da Covilhã realiza, no próximo dia 18 de março, pelas 10h00 em formato online, o Café Literário para Miúdos e Graúdos, desta vez com a participação do conceituado escritor Richard Zimler.
A tertúlia será mais uma vez transmitida no canal de Youtube e na página de Facebook da Biblioteca Municipal da Covilhã e terá como moderador Tito Couto. Os destinatários principais desta iniciativa são os alunos do ensino secundário, pais e encarregados de educação, bem como todos os leitores e interessados na obra de Richard Zimler. A sessão contará ainda com um momento em que o autor irá responder a questões colocadas por quem assistir ao Café Literário.
Quando a situação pandémica o permitir, será possível retomar o formato presencial do Café Literário. Para já, o Município da Covilhã continuará a apostar na transmissão online deste já tradicional evento cultural que divulga os grandes autores da literatura atual e promove o contacto entre os leitores da Covilhã e estes escritores de referência.
Richard Zimler nasceu em 1956, em Roslyn Heights, um subúrbio de Nova Iorque. O romancista fez um bacharelato em religião comparada na Duke University (1977) e um mestrado em jornalismo na Stanford University (1982). Trabalhou como jornalista durante oito anos na região de S. Francisco. Em 1990, foi residir para o Porto, onde foi professor de jornalismo durante 16 anos, primeiro na Escola Superior de Jornalismo e depois na Universidade do Porto. Já proferiu mais de 500 conferências sobre a sua escrita e a cultura judaica, em escolas, museus, bibliotecas, livrarias, sinagogas e auditórios públicos em mais do que 15 países.
Nos últimos 23 anos, publicou 11 romances, uma coletânea de contos e cinco livros infantis, que rapidamente entraram nas listas de bestsellers de vários países. Os seus livros editados em Portugal, por ordem cronológica, são: “O Último Cabalista de Lisboa”, “Trevas de Luz”, “Meia-Noite ou o Princípio do Mundo”, “Goa ou o Guardião da Aurora”, “À Procura de Sana”, “A Sétima Porta”, a coletânea de contos “Confundir a Cidade com o Mar”,  “Dança Quando Chegares ao fim”, “Os Anagramas de Varsóvia”, “Ilha Teresa”,  “Hugo e Eu e as Mangas de Marte”, “A Sentinela”, “Se Eu Fosse”, “O Evangelho Segundo Lázaro”, “O Cão Que Comia a Chuva”, “Maria e Danilo e o Mágico Perdido” e “Os Dez Espelhos de Benjamin Zarco”.
Autor de referência na literatura, tem diversas obras no Plano Nacional de Leitura e já recebeu diversos prémios pelo seu trabalho, incluindo o National Endowment of the Arts Fellowship in Fiction (EUA) em 1994; o  Prémio Herodotus (EUA) para o melhor romance histórico em 1998; o prémio literário Alberto Benveniste de ficção 2009 pela obra “Goa ou o Guardião da Aurora”;  “Os Anagramas de Varsóvia” foi nomeado o Melhor Livro de 2009 pela revista LER e pelos alunos das escolas secundárias de Portugal (Prémio Marquês de Ouro); “O Evangelho Segundo Lázaro” foi nomeado um dos melhores romances do ano pelas livrarias FNAC e Bertrand.
Richard Zimler também já organizou uma antologia de contos para beneficiar a associação Save the Children e os seus programas e no caso de Portugal, para beneficiar os programas nos PALOP. 
Em 2009, Zimler escreveu o guião para “O Espelho Lento”, curta-metragem baseada num dos seus contos, da realizadora sueca-portuguesa Solveig Nordlund e venceu o prémio de melhor filme dramático no Festival de Curtas-Metragens de Nova Iorque em maio de 2010.
Richard Zimler tem a sua obra traduzida em 23 línguas.