Município da Covilhã
Tlf:. 275 330 600
Out.21.2020
Notícias
MUNICÍPIO DA COVILHÃ INAUGURA CENTRO DE INCLUSÃO SOCIAL
12-10-2020

MUNICÍPIO DA COVILHÃ INAUGURA CENTRO DE INCLUSÃO SOCIAL

A Câmara Municipal da Covilhã inaugura a 20 de outubro, pelas 11h30, no âmbito das Comemorações dos 150 anos de Elevação da Covilhã a cidade, o novo Centro de Inclusão Social.  As intervenções de restauro e reabilitação, orçadas em cerca de 780 mil euros, permitem dar uma nova vida ao edifício do antigo liceu da Covilhã que se transforma no novo Centro de Inclusão Social. Este novo espaço multifuncional localizado no “coração” da cidade tem como principal intuito estimular a inovação, o empreendedorismo e a igualdade de oportunidades nas áreas de ação social. O Centro passará a ser a sede dos Serviços Sociais da Câmara Municipal, da Covilhã, bem como acolher os serviços municipais referentes às áreas da Ação Social, da Saúde, da Educação e da Cultura, para além de albergar ainda um conjunto de sedes de Associações de Solidariedade Social locais. Deste modo, impulsiona-se o diálogo, a cooperação e a prestação de novos serviços sociais junto dos cidadãos da Covilhã.  A reabilitação deste edifício tem como objetivo criar espaços de trabalho, atendimento e formação, pretendendo ainda estimular a cooperação entre a sociedade civil, a autarquia, os parceiros sociais e os agentes económicos, com o objetivo de sensibilizar os cidadãos para a importância da inovação social. Para o Presidente da autarquia, Vítor Pereira “o Centro de Inclusão Social tem a virtude de ser um edifício emblemático no centro histórico da cidade, agora requalificado, que permitirá albergar os serviços de ação social da autarquia e promover sinergias e empreendedorismo na área social. Vamos colocar este Centro ao serviço da comunidade e das associações”. O autarca afirma ainda que o Centro de Inclusão Social “vai ser um ponto de encontro virtuoso para a sociedade civil, as Associações e a Câmara Municipal”. A aprendizagem coletiva e colaborativa, ligada à criação de negócios, serão também o foco deste edifício multifuncional.  Integrado na Área de Reabilitação Urbana da Covilhã, o Centro de Inclusão Social é uma aposta clara da Câmara Municipal da Covilhã no desenvolvimento sustentado e na promoção de novas atividades no centro histórico da cidade, que afirmam a cidade da Covilhã como uma Cidade Solidária, Inclusiva e Inovadora.
CANDIDATURAS DE APOIO AO ASSOCIATIVISMO EM 2021 ARRANCARAM NO DIA 1 DE OUTUBRO 
06-10-2020

CANDIDATURAS DE APOIO AO ASSOCIATIVISMO EM 2021 ARRANCARAM NO DIA 1 DE OUTUBRO 

Abriram no dia 1 de outubro as linhas de apoio às Associações do Concelho da Covilhã para o ano de 2021. O período para a apresentação de candidaturas ficou estabelecido após deliberação da reunião de Câmara no passado dia 25 de setembro, dando cumprimento ao “Regulamento de Apoio ao Associativismo”, publicado em Diário da República a 31 de agosto de 2018. As fases de candidaturas à Atividade Regular (cultural/recreativa, desportiva, artística/performativa e ambiental e educação para a cidadania) e Investimento e Aquisição de Equipamentos, decorrem entre 1 de outubro de 2020 e 30 de novembro de 2020. O período de candidaturas à Atividade Pontual de caráter supraconcelhio está também disponível a partir de 1 de outubro. Esta candidatura pode ser efetuada em qualquer altura do ano, carecendo de uma antecedência mínima de 90 dias em relação ao dia pretendido para a realização da atividade. As verbas a atribuir totalizam um apoio global de 325 mil Euros, dividido em 220.000,00 Euros para a Atividade regular, 100.000,00 Euros para o apoio ao Investimento e Aquisição de equipamento e 5.000,00 Euros para a Atividade pontual de caráter supraconcelhio. Nestes dois anos de aplicação do Regulamento de Apoio ao Associativismo, registam-se 177 candidaturas no âmbito da Atividade Regular, 132 candidaturas ao Investimento e Aquisição de Equipamentos e 49 candidaturas à Atividade Pontual de caráter supraconcelhio, traduzindo desta forma a grande dinâmica e as várias iniciativas levadas a cabo pelo movimento associativo no Concelho da Covilhã. O Município da Covilhã não pode deixar de enaltecer e referir que em 2019, as nossas associações, fruto do empenho, capacidade de concretização e profissionalismo dos seus dirigentes, contribuíram para que a taxa de execução dos apoios municipais se fixasse nos 97%. Os formulários de candidatura e toda a informação complementar estão disponíveis no site do Município da Covilhã (www.cm-covilha.pt), na área “Município” / “Câmara” / “Gabinete de Apoio ao Associativismo”.  
COMEMORAÇÕES DOS 150 ANOS DA ELEVAÇÃO DA COVILHÃ A CIDADE
30-09-2020

COMEMORAÇÕES DOS 150 ANOS DA ELEVAÇÃO DA COVILHÃ A CIDADE

O Presidente da Câmara Municipal da Covilhã, Vítor Pereira, apresentou no dia 28 de setembro, no Salão Nobre, o programa das comemorações dos 150 anos da elevação da Covilhã a Cidade.  A efeméride será assinalada com um programa repleto de atividades e iniciativas, que têm como principal intuito dignificar e destacar a história da Covilhã.  As comemorações arrancam no dia 1 outubro, com a emissão do programa televisivo da RTP “Há Volta” que contará com um alinhamento de artistas e representantes de negócios e marcas locais, enquanto decorre a etapa rainha da edição especial da prova de ciclismo Volta à Portugal. O vasto e diversificado programa das comemorações contará com a habitual Sessão Solene e Comemorativa no dia da cidade, 20 de outubro, em que será integrada a homenagem de individualidades e instituições covilhanenses que se destacaram em diversas áreas a nível local, nacional e internacional. Durante a tarde será inaugurado o Centro de Inclusão Social, que terá como o objetivo acolher as áreas municipais de Ação Social e Saúde, Cultura e Educação, e o Miradouro da Varanda dos Carqueijais, um dos projetos englobados na nova Rede de Miradouros, no qual será possível usufruir de uma vista única sobre a Covilhã e a Cova da Beira.  Para Vítor Pereira “apesar do atual contexto pandémico, não podemos deixar de comemorar e sublinhar esta data impactante e muito significativa para a Covilhã. Irão por isso decorrer várias iniciativas ligadas aos domínios da arte, da ciência, do espetáculo e da diversão para assinalar esta importante data”. O autarca referiu ainda que “os covilhanenses poderão acompanhar os principais pontos altos do programa das comemorações em segurança, através da transmissão via streaming nas redes sociais da autarquia”.
JARDIM DAS ARTES RECEBE MERCADO ECO ÀS QUINTAS FEIRAS
28-09-2020

JARDIM DAS ARTES RECEBE MERCADO ECO ÀS QUINTAS FEIRAS

A partir do dia 1 de outubro, entre as 16 horas e as 19 horas, o Jardim das Artes na Covilhã vai passar a acolher mais um dia de Mercado ECO, organizado pela Associação de Agricultura Biológica e AgroEcológica da Beira Interior (BioEco). Atualmente, já se realiza semanalmente o Mercado Eco (Eco Market) ao sábado, entre as 8 horas e 13 horas no Mercado Municipal. A forte adesão por parte do público covilhanense e a intensa procura por zonas de retalho sustentáveis, ecológicas e biológicas incentivou a organização a proceder a uma segunda prática semanal da atividade. A BioEco é uma associação que assume como principal missão o apoio a projetos relacionados ou interligados com as áreas da Agricultura Biológica e da AgroEcológica, enquadradas na economia local da Beira Interior. Pretende também dinamizar iniciativas pertinentes que possibilitem a sensibilização do público geral para a temática da alimentação saudável.  Para além da sua vertente de divulgação, a associação providencia ainda ações de formação ligadas à Agricultura e Pecuária, no seu modelo de produção biológica, estimulando a criação de parcerias públicas e privadas que visam a promoção, qualificação e valorização dos produtos. Para o Vereador da Câmara Municipal da Covilhã, José Armando Serra dos Reis, a realização do mercado “potencializa uma aproximação entre os produtores regionais e os consumidores locais, através da criação de novos canais que facilitam a partilha de informação e o contacto com os produtos biológicos cultivados.” No Mercado Eco da Covilhã encontram-se disponíveis produtos sustentáveis, tais como legumes, verduras, leguminosas, frutos secos, cosméticos naturais, óleos essenciais e inclusive artigos artesanais. Os mercados são acompanhados de atuações musicais ao vivo, entre outras atividades de entretenimento e animação.  O Mercado pretende também ajudar a mudar hábitos e mentalidades dos consumidores, dinamizando a economia local, instruindo o respeito pela terra, pelos animais e pelo meio ambiente. A Câmara Municipal da Covilhã, convida todos os munícipes a participar neste mercado mensal de produtos agrícolas locais, patente ao público todas as quintas feiras do mês entre as 16 e as 19 horas, no Jardim das Artes e todos os sábados do mês, entre as 8 e as 13 horas, no Mercado Municipal.   
CIDADES CRIATIVAS DA UNESCO EM PORTUGAL APOIAM CANDIDATURA DA COVILHà
08-09-2020

CIDADES CRIATIVAS DA UNESCO EM PORTUGAL APOIAM CANDIDATURA DA COVILHà

Na passada sexta-feira, dia 04 de setembro, no âmbito da candidatura da Covilhã a Cidade Criativa da UNESCO, na vertente de Design, o Município deu continuidade à série de conferências e atividades que está a levar a cabo, onde temas como a Inovação, a Sustentabilidade e o Design são explorados e debatidos. O Miradouro das Portas do Sol acolheu esta conferência sobre “Cidades Criativas da UNESCO em Portugal” na qual os representantes de Amarante, Barcelos, Braga, Idanha-a-Nova, Leiria e Óbidos apresentaram os respetivos projetos da candidatura a Cidade Criativa da Rede Portuguesa. Também marcou presença neste evento o Secretário Executivo da Comissão Nacional da UNESCO, Sérgio Gorjão, que se mostrou confiante no sucesso da candidatura covilhanense: “a candidatura da Covilhã está no bom caminho. Seria excelente podermos contar em Portugal com uma Cidade Criativa da UNESCO na área do design”. Para Regina Gouveia, Vereadora com o pelouro da Cultura na Câmara Municipal da Covilhã, “este foi mais um passo importante na nossa candidatura. Neste momento simbólico, pudemos conhecer as experiências de cidades que já foram candidatas em áreas diferentes da nossa. Saíram desta conferência conteúdos extremamente úteis, que nos apoiam e motivam para alcançar o sucesso da nossa candidatura”.  Esta conferência integrou o programa oficial do “Portas do Sol”, festival de artes de rua organizado pela ASTA com o apoio do Município da Covilhã, que decorreu nos dias 3, 4 e 5 de setembro.
CENTRO DE ATIV’IDADES JÁ REABRIU
07-09-2020

CENTRO DE ATIV’IDADES JÁ REABRIU

A Câmara Municipal da Covilhã informa todos os munícipes que o Centro de Ativ’Idades (CAI) já se encontra aberto ao público, sendo possível usufruir das suas atividades a partir do presente mês de setembro. O CAI retoma as suas ações habituais, apresentando ainda novos programas que irão ser desenvolvidos tais como: Conversas "Desconfinadas", sessões de esclarecimento sobre Saúde Pública, ateliers diversos, aulas de atividade física, entre outros. Devido à atual situação pandémica, os interessados em participar nas diversas atividades devem proceder a uma inscrição prévia nas mesmas, garantido assim o cumprimento das medidas preventivas de higiene e segurança, sendo que cada atividade conta apenas um número limitado de vagas disponíveis.  Encontra-se também em funcionamento o Gabinete de Apoio ao Utente Sénior com o intuito de fornecer apoio social aos idosos, bem como auxílio no acesso a serviços públicos, serviços postais, consultas hospitalares, recolha de medicamentos que requerem receitas médicas digitais ou ainda o contacto com outros prestadores de serviços que passaram a favorecer o processo digital.  Uma das novidades previstas, que acompanha a reabertura do Centro, prende-se com a iniciativa “Centro Andarilho”. Esta iniciativa, que conta com o apoio das forças policiais, tem como propósito identificar e sinalizar idosos que se encontrem em isolamento, indo ao encontro dos mesmos por forma a colmatar as suas necessidades sócios-afetivas, numa primeira fase, e seguidamente, remediar áreas problemáticas próprias do isolamento social ao qual se encontram sujeitos. Deste modo, prevê-se a elaboração de uma estratégia de intervenção, personalizada e adequada a cada um, através das instituições locais em associação e parceria com as Juntas de Freguesias, Centro de Saúde, IPSS e outras entidades pertencentes ao 3º setor.  O Centro de Ativ’Idades encontra-se também disponível para auxiliar na divulgação de informações sobre os desenvolvimentos referentes à evolução da atual situação pandémica, partilhar conselhos úteis e disponibilizar máscaras comunitárias elaboradas por utentes do CAI, a quem necessitar.