Município da Covilhã
Tlf:. 275 330 600
Out.20.2018
Notícias
HOMENAGENS E CULTURA NAS COMEMORAÇÕES DO DIA DA CIDADE
17-10-2018

HOMENAGENS E CULTURA NAS COMEMORAÇÕES DO DIA DA CIDADE

A Covilhã comemora no próximo sábado, dia 20 de outubro, o 148º aniversário da elevação a cidade. A data é assinalada pela realização de duas sessões solenes no Salão Nobre dos Paços do Concelho. A primeira tem lugar às 11h00 e será a Sessão Solene da Assembleia Municipal. Pelas 15h00, chega a vez da Sessão Solene de Homenagem a Personalidades e Instituições. Nesta tradicional cerimónia a Câmara Municipal da Covilhã vai entregar a medalha de prata de mérito municipal a: Carina Franco, antiga diretora do agrupamento de escolas “A Lã e a Neve”; António Santos Pereira, docente universitário e atual diretor do Museu dos Lanifícios; ao antigo operário fabril Manuel Romano; ao empresário Carlos Geraldes; Arménio Baltasar, presidente do conselho de administração da Fundação Anita Pina Calado, no Teixoso; José Alfredo Costa, presidente do Centro de Convívio e Apoio à terceira idade do Tortosendo e, a título póstumo, será distinguido o médico Carlos Elias. Do programa oficial das comemorações destacam-se ainda um conjunto de exposições que vão recordar ou dar a conhecer memórias e história da cidade. A Biblioteca Municipal acolhe, de 15 de outubro a 15 de novembro, uma mostra intitulada “Memórias da Covilhã Cidade” composta por alguns dos mais importantes documentos da história local, existentes no Arquivo Municipal. Na quinta-feira, dia 18 de outubro às 17h30, é inaugurada a exposição “Covilhã! A minha, a nossa cidade”. Até 15 de novembro, a Galeria António Lopes na Casa dos Magistrados apresenta uma mostra coletiva de pintura da autoria de 10 artistas da Covilhã, representativa do melhor que se faz nesta área artística neste concelho. O antigo Museu de Arte e Cultura, junto à Praça do Município, reabre temporariamente para acolher a exposição fotográfica “Teatro Municipal”, inaugurada às 12h30 de 20 de outubro, Dia da Cidade. Trata-se da primeira oportunidade de conhecer o trabalho do conceituado fotógrafo Augusto Brázio, que registou para a posteridade pormenores da mais mítica sala de espetáculos da Covilhã, antes das obras que irão transformar o antigo Teatro Municipal no futuro Centro de Inovação Cultural.  
COVILHÃ COMEMORA DIA DA CIDADE COM CICLO DE EXPOSIÇÕES
17-10-2018

COVILHÃ COMEMORA DIA DA CIDADE COM CICLO DE EXPOSIÇÕES

A Câmara Municipal da Covilhã leva a efeito, no âmbito das Comemorações dos 148 anos da Elevação da Covilhã a Cidade, um ciclo de exposições. A Galeria António Lopes, na Casa dos Magistrados, apresenta a mostra coletiva de pintura “Covilhã! A Minha Cidade, A Nossa Cidade”. A exposição conta com obras de vários artistas do concelho: Alberto Santos Alves, Élia Craveiro Gamboa, João Salcedas, Maria Alice Campos Peixeiro, Mário Costa, Rosalina Cruz, Rui Casegas Costa, Rui Frade, Sousa Amaral e, por último, Teresa Gaspar. Esta exibição será inaugurada dia 18 de outubro, pelas 17h30, e poderá ser apreciada até dia 15 de novembro. A Câmara Municipal da Covilhã dá também a conhecer a exposição “Memórias da Covilhã Cidade”. O Arquivo e a Biblioteca Municipal apresentam um acervo documental com o objetivo de aumentar o conhecimento da história local. Serão divulgados documentos existentes no fundo Local e Arquivístico do Município, dos quais se destaca a reprodução do Decreto Régio de D. Luís, de 20 de outubro de 1870, que elevou a Covilhã a Cidade, monografias, folhetos, fotografias, manuscritos, registos e recortes de imprensa relativos às Comemorações do 1º Centenário, no ano de 1970. A mostra documental vai estar patente na Biblioteca Municipal entre os dias 15 de outubro a 15 de novembro. Decorrerá ainda a inauguração de mais uma exposição, no dia 20 de outubro, intitulada “Teatro Municipal”, composta de fotos com pormenores da mais mítica sala de espetáculos do Concelho, da autoria do conceituado fotógrafo Augusto Brázio. Vive e trabalha em Lisboa e coopera regularmente com a imprensa nacional e internacional, colaborando com o Expresso, a Visão, a Máxima e a Elle. Participou em várias exposições e tem vários livros editados como “O Fado Operário no Alentejo”, “Os Olhos Azuis do Mar” e “Olha para mim”. Este trabalho fotográfico tem como objetivo preservar a memória do Teatro Municipal antes da intervenção que vai transformar o edifício no futuro Centro de Inovação Cultural. A exposição será inaugurada, pelas 12h30, no antigo Museu da Arte e Cultura. Completando este ciclo, nos dias 20 e 21 de outubro a Praça do Município acolhe uma exposição de viaturas dos Bombeiros Voluntários da Covilhã.  
“PASTORES” RECRIA TRADIÇÕES NAS CORTES DO MEIO
03-10-2018

“PASTORES” RECRIA TRADIÇÕES NAS CORTES DO MEIO

A Freguesia das Cortes do Meio celebra a “História e Tradição de um Povo” com o evento "PASTORES", a ter lugar de 5 a 7 de outubro. A iniciativa foi apresentada em conferência de imprensa na qual estiveram presentes Alexandre Barata, presidente da direção da Filarmónica Recreativa Cortense, Jorge Viegas, presidente da Junta de Freguesia das Cortes do Meio e o Vereador José Armando Serra dos Reis, em representação da Câmara Municipal da Covilhã. A edição deste ano tem como mote o retorno ao mundo natural e, segundo a organização, contará com 30 abrigos (tasquinhas) de comes e bebes, artesanato, animação de rua, exposição de gado, festival de chanfana e, no sábado às 00h00 realiza-se o maior desfile de chocalhos. No domingo, dia 7, chega a vez da caminhada pela Rota dos Leiteiros. Para Alexandre Barata, este conjunto de atividades “pretende mostrar a nossa identidade própria, para honrar a História e Tradição rural do Povo”. O presidente da Junta local, Jorge Viegas, afirma que apesar do início modesto deste certame, já na 3ª edição, este “está a ganhar expressão e tem margem para poder crescer e ser uma referência no calendário de eventos do concelho”. Promover, valorizar e trazer mais gente às Freguesias é uma forte aposta da autarquia, segundo o Vereador Serra dos Reis. “Este evento integra-se no que chamamos «retorno ao mundo natural» e a pastorícia é um elemento fulcral para preservar atividades, tradições, usos e costumes. Queremos valorizar as potencialidades naturais e promover o turismo em cada uma das aldeias de montanha”, concluiu o Vereador.  O PASTORES é organizado pela Junta de Freguesia local e pela Filarmónica Recreativa Cortense, cofinanciado pelo Provere, com o apoio da ADIRAM e da Câmara Municipal da Covilhã.  
“HÁ PEGADAS NO ARCO-ÍRIS” E NA BIBLIOTECA MUNICIPAL DA COVILHÃ
25-09-2018

“HÁ PEGADAS NO ARCO-ÍRIS” E NA BIBLIOTECA MUNICIPAL DA COVILHÃ

A Hora do Conto faz parte da agenda do pré-escolar e do 1º ciclo das escolas do Concelho. Uma iniciativa que pretende despertar nas crianças o gosto por ouvir e ler uma história. Cada trimestre, a Biblioteca Municipal apresenta ao público infantil uma história diferente. A sala do conto enche-se de novos cenários, personagens, mistérios e enredos que cada livro esconde nas entrelinhas das suas páginas, e cuja “moral da história” pretende ser educativa e formativa. O livro “Há pegadas no Arco-Irís/Footprints on the rainbow” de Célia Bonifácio, edição bilingue, é a proposta para os pequenos ouvintes. Sinopse: “No planeta das Aguarelas, vivem sete animais, cada um no seu país. Em cada região predomina uma cor e os seus habitantes, na sua vida solitária, apenas conhecem a paisagem e os alimentos da cor do seu país. Um dia, um peixe aventureiro resolve dar a volta ao mundo e descobre que existe um universo que ele ignora. É daí que faz grandes descobertas, juntamente com os amigos que vai encontrando ao longo da sua viagem...  O que acontecerá às cores? Será que as amizades prevalecem acima da individualidade de cada um? E os sabores? Será que combinam? Uma história onde o número sete por assumir diferentes significados.” In “Há pegadas no Arco-íris” de Célia Bonifácio, Edições Hórus, (2017) A completar a atividade de promoção da leitura, estará patente, na sala infanto-juvenil, uma exposição com as ilustrações que integram a obra da escritora covilhanense, que são da autoria de Diana Amaral. Para participar nesta atividade deverá ser efetuada inscrição prévia através dos seguintes contatos: Biblioteca Municipal Rua Conde da Ericeira, 6200-086 Covilhã T. 275 333 599 | biblioteca@cm-covilha.pt Horário: De segunda a Sexta, das 10h00 ás 18h30