Município da Covilhã
Tlf:. 275 330 600
Jun.25.2022

ROADSHOW DA HUAWEI CHEGA À COVILHÃ PARA APRESENTAR SOLUÇÕES DE DIGITALIZAÇÃO ÀS EMPRESAS

PINTORA UCRANIANA HOMENAGEADA COM EXPOSIÇÃO NA BIBLIOTECA DA COVILHÃ
07-06-2022

PINTORA UCRANIANA HOMENAGEADA COM EXPOSIÇÃO NA BIBLIOTECA DA COVILHÃ

No dia 28 de fevereiro de 2022, o Museu da História de Ivankiv, na Ucrânia, foi bombardeado pela Rússia tendo resultado na destruição de algumas das obras da pintora Maria Prymachenko. Em homenagem a esta pintora de renome mundial está patente ao público na Biblioteca Municipal da Covilhã, a exposição intitulada “Maria Prymachenko”. Trata-se de uma mostra coletiva de desenhos inspirados na obra da artista ucraniana e reproduzida pelos alunos que frequentam o grupo disciplinar de Educação Visual e Educação Tecnológica, no 2º ciclo do agrupamento de escolas Pêro da Covilhã. Maria Prymachenko (Ucrânia, 1909-1997) Nasceu no dia 12 de janeiro de 1909, na aldeia Bolotnya, perto de Chernobyl.  Pintora de arte folclórica ucraniana, foi uma das principais representantes da arte naïf desse país.  Autodidata, é conhecida pelos seus desenhos, bordados e pintura em cerâmica. Ganhou uma medalha de ouro na exposição mundial de 1937 que decorreu em Paris, tendo recebido elogios de vários artistas, como Pablo Picasso que declarou "Curvo-me diante do milagre artístico desta brilhante ucraniana". A artista foi laureada com o Prémio Nacional da Ucrânia, estando a sua imagem e a sua obra intitulada Ukrainian Sunflower nas faces de uma das moedas do seu país, e o seu nome associado ao bairro de Kiev, anteriormente conhecido como Likhachev.  A UNESCO declarou 2009 como o ano de Maria Prymachenko. A exposição, patente de 6 a 30 de junho, poderá ser visita de segunda a sexta-feira, das 10h00 às 18h30, com entrada gratuita. Agradecemos a divulgação da informação e vossa visita.  
MUSEU DA COVILHÃ ELEITO O MELHOR MUSEU DO ANO
31-05-2022

MUSEU DA COVILHÃ ELEITO O MELHOR MUSEU DO ANO

O Museu da Covilhã foi distinguido no dia 27 de maio, pela Associação Portuguesa de Museologia (APOM), como Melhor Museu do Ano. Este galardão, que é uma das principais distinções atribuídas a museus nacionais, foi anunciado na cerimónia que decorreu no auditório da Academia Militar, na Amadora, e recebido pelo Presidente do Município da Covilhã, Vítor Pereira, com a Vereadora da Cultura, Regina Gouveia, a Chefe da Divisão de Cultura, Patrícia Pinto, e a Coordenadora do Museu da Covilhã,  Sandra Ferreira. Segundo João Neto, presidente da APOM, o Museu da Covilhã destacou-se, de entre os restantes candidatos, pelo exemplo que representa ao nível da inclusão de públicos com limitações a vários níveis, pela qualidade do seu projeto e pela priorização de questões relacionadas com a acessibilidade dos seus espaços e conteúdos expositivos.  Estas foram as vertentes diferenciadoras para a atribuição do prémio máximo da APOM, que ainda distinguiu o Museu da Covilhã com as Menções Honrosas nas categorias de “Filme” e de "Informação Turística”. Financiado pelo Turismo de Portugal no âmbito do Turismo Acessível – programa Valorizar, este projeto museológico insere-se na estratégia municipal "Covilhã - a tecer a acessibilidade", tendo sido concebido e coordenado pela empresa covilhanense Formas Efémeras, envolvendo na sua execução outras entidades locais como a Lobby, a Tecnat e a Wdretail. Também Elisa Calado Pinheiro recebeu uma honrosa distinção durante o mesmo evento. A fundadora do Museu de Lanifícios da Covilhã foi homenageada com o galardão de Mérito Profissional na área da Museologia, prémio atribuído a personalidades que se destacam “pela sua ação extraordinária durante o percurso de vida profissional”, com contributos decisivos na investigação, inovação e desenvolvimento de atividades que promovam a museologia, as coleções, a preservação e divulgação do património cultural. Durante a cerimónia, foram apresentados os premiados das 32 categorias, às quais concorreram cerca de 270 projetos, que distinguem várias áreas atribuídas a museus, projetos, boas práticas, profissionais e diversas atividades desenvolvidas no setor, em todo o país, além de outros domínios como melhor exposição, melhor filme, melhor fotografia, inovação e criatividade, informação turística, entre outros. O encerramento e a entrega do principal troféu da APOM, desenhado pelo artista plástico Fernando Quintas, foram acompanhados por uma mensagem especial do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, em que felicitou o Museu da Covilhã. Agradecendo o reconhecimento da APOM, Vítor Pereira destacou “a importância do novo Museu da Covilhã na restituição de espólio histórico da cidade e do concelho aos covilhanenses, bem como na apresentação do território a turistas, através de uma narrativa diacrónica e inclusiva, acreditando que "o prémio agora recebido irá aumentar ainda mais o elevado interesse que tem merecido desde a sua abertura".  Localizado no centro da cidade, o Museu da Covilhã abriu ao público em agosto de 2021. Instalado num edifício projetado por Ernesto Korrodi no princípio do século XX, o Museu aborda cronologicamente as diferentes épocas de ocupação do território do concelho, seja através da implementação de tecnologia inovadora no percurso museológico, de textos, mobiliário e materiais acessíveis, ou de formas expositivas multimédia, imersivas e multissensoriais. É um espaço público, gratuito e central, cujo projeto museográfico contemplou critérios de acessibilidade, permitindo aos diferentes públicos usufruir dos conteúdos apresentados, independentemente das suas limitações. Encontra-se aberto de terça-feira a domingo, nos períodos 10:00-13:00 e 14:00-18:00.
Agenda Cultural

Agenda Cultural

Ver mais

Teatro Municipal da Covilhã

Teatro Municipal da Covilhã

Ver mais

Compras Covilhã

Compras Covilhã

Ver mais

Câmara Reforça Benefícios do Cartão Social

Câmara Reforça Benefícios do Cartão Social

Ver mais

REQUALIFICAÇÃO DA ESCOLA SECUNDÁRIA FREI HEITOR PINTO

Avisos
Obras em curso
Obras em curso