Município da Covilhã
Tlf:. 275 330 600
Set.24.2022
21-07-2022

VERÃO NO CENTRO HISTÓRICO” REGRESSA EM AGOSTO À COVILHÃ

“Verão no Centro Histórico” está de regresso à Covilhã. O evento que une história, património e teatro ao melhor da nova música nacional acontece de 05 a 26 de agosto, sempre às sextas.

Regina Gouveia, Vereadora com o pelouro da Cultura na Câmara Municipal da Covilhã, acompanhada pela atriz Joana Poejo e pelo músico covilhanense João Gonçalves, apresentou hoje a 5ª edição do festival, em conferência de imprensa realizada no Museu da Covilhã.

As noites do “Verão no Centro Histórico” começam com uma visita guiada e encenada pela atriz Joana Poejo, seguida de concertos ao ar livre, gratuitos, em locais improváveis e emblemáticos do centro histórico da Covilhã. As visitas começam sempre às 21h30, em frente à Câmara Municipal e terminam no local dos concertos, que têm início às 22h15.  

A Vereadora destacou “o sucesso das edições anteriores” e o regresso do evento “aos moldes em que decorreu antes da pandemia, com todas as noites a decorrerem em zonas diferentes do centro histórico da cidade”.

A programação musical do festival inclui os seguintes nomes:

MÁRCIA – 5 DE AGOSTO (Rua 1º de Dezembro)

Márcia é seguramente um dos talentos maiores da composição em língua portuguesa e estreia-se finalmente em concerto na Covilhã.

O início da sua aventura musical deu-se com o EP “A Pele que Há em Mim”, seguiram-se “Dá”, “Casulo”, “Quarto Crescente” e “Vai e Vem”.  Foi precisamente com o último disco que conquistou o prémio José da Ponte, da Sociedade Portuguesa de Autores, bem como a nomeação para os Globos de Ouro com a música "Tempestade".

O novo álbum, “Picos e Vales”, tem recebido os maiores elogios da crítica especializada.
Márcia vai apresentar um espetáculo impactante e intimista, com as suas belíssimas e muito personalizadas canções, na primeira noite da 5ª edição do “Verão no Centro Histórico”.

LEO MIDDEA – 12 DE AGOSTO (Largo da Alegria)

Leo Middea é um jovem artista brasileiro que escolheu Portugal para viver e desenvolver a sua carreira. Nasceu e cresceu no Rio de Janeiro. Leo Middea descobriu cedo o gosto pela música, citando Gilberto Gil, Caetano Veloso e Jorge Benjor como maiores influências. Ainda no Brasil, editou os seus primeiros discos, “Dois” (2014) e “A Dança do Mundo” (2016), tendo sido apelidado de “novo Caetano Veloso”. 

Em 2017, o cantor e compositor mudou-se para Lisboa.

Os seus mais recentes álbuns, “Vicentina” (2020) e “Beleza Isolar” (2020), mostram uma sólida evolução artística, com temas ligados às suas vivências e às viagens que tanto gosta de fazer por todo o mundo.

Apesar da distância do Brasil, os números de Leo Middea crescem cada vez mais, somando milhões de ouvintes no Spotify.

O concerto de 12 de agosto, no Largo da Alegria, serve para apresentar um dos mais promissores músicos da atualidade em Portugal e serve também como homenagem à cada vez maior comunidade brasileira a residir na Covilhã.

JOANA ESPADINHA – 19 DE AGOSTO (Jardim Público)

A acutilância e um sentido de observação raro fazem de Joana Espadinha uma referência na escrita de canções pop/rock no nosso país.

Os seus últimos álbuns, “O Material Tem Sempre Razão” (2018) e “Ninguém Nos Vai Tirar O Sol” (2021), confirmaram-na como uma referência da música portuguesa. A qualidade da sua composição tem-na colocado no topo das escritoras de canções mais requisitadas: Carminho, Cláudia Pascoal, Sara Correia ou Luís Trigacheiro, são disso exemplo.

A experiência de assistir a um concerto de Joana Espadinha oferece a possibilidade de descobrirmos uma intérprete de especiais recursos e sensibilidade, acompanhada por uma banda irrepreensível. Múltiplos motivos de interesse e entusiamo para que seja marcada presença nesta noite de 19 de agosto, no Jardim Público.

JOÃO GONÇALVES – 26 DE AGOSTO (Igreja da Misericórdia)

O João Gonçalves é um jovem compositor e intérprete covilhanense, “apaixonado por música”. Recentemente, participou no programa da SIC “Ídolos”, tendo chegado aos finalistas das galas em direto. O músico agradeceu a oportunidade de “atuar neste evento, na minha cidade, num cartaz com excelentes artistas”. João Gonçalves revelou que, no concerto que encerra o festival a 26 de agosto, vai “apresentar à Covilhã um espetáculo centrado em temas originais, compostos nos últimos anos”.

Regina Gouveia terminou a apresentação lançando o convite a “todos as Covilhanenses e quem nos visita a juntarem-se às noites mais divertidas do verão na Covilhã”!