Município da Covilhã
Tlf:. 275 330 600
Set.24.2022
06-09-2022

ARRANQUE DO ANO ESCOLAR 2022/2023 COM FORMAÇÃO PARA NOVOS RECURSOS HUMANOS


O Município da Covilhã integrou a 1 de setembro de 2022 mais dezasseis novos trabalhadores na área da Educação, da bolsa de recrutamento do concurso público realizado, contribuindo para a estabilidade das equipas de assistentes operacionais em atividade nos estabelecimentos escolares do concelho.
Com o objetivo de capacitar e reforçar as competências das/os novas/os assistentes, o Município da Covilhã promoveu, nos dias 1 e 2 de setembro, na Biblioteca Municipal da Covilhã, ações de formação em áreas fundamentais para o trabalho direto com crianças. 
Através do Serviço Municipal de Proteção Civil, realizaram-se ações de formação em “Suporte Básico de Vida Pediátrico”, acreditadas pelo INEM. A ação decorreu num contexto prático e com recurso a manequins pediátricos, tendo em vista o desenvolvimento de comunidades educativas conhecedoras, capazes, seguras, resilientes e disponíveis.
Paralelamente, e na perspetiva de colmatar necessidades previamente identificadas pelo Município e pelos agentes educativos, teve lugar a ação sobre “Necessidades Educativas Especiais – Uma visão diferente”, proporcionada pelo Espaço dos Sentidos. Esta ação foi dinamizada pela Terapeuta Ocupacional Inês Pereira, que partilhou conhecimentos, ferramentas e estratégias sobre como agir com crianças e jovens com necessidades educativas específicas (NEE), em contexto escolar, a partir da apresentação de casos e situações que podem suceder no quotidiano.
No dia 2 de setembro, foi a vez da equipa multidisciplinar do Projeto EU SOU +, coordenada pelo Professor Pedro Pais, desenvolver uma ação de capacitação sobre “Práticas de Intervenção Socioeducativa em Contexto Escolar”, nomeadamente nas AAAF (educação pré-escolar) e CAF (primeiro ciclo do ensino básico). Com esta ação, pretendeu-se preparar os novos funcionários para o recurso a diferentes abordagens, metodologias e materiais, de forma a motivar as crianças para as atividades lúdico-pedagógicas que podem e devem ser implementadas nos períodos não letivos, tomando por base os atos de explorar, experimentar e brincar.
Os novos trabalhadores receberam, no final, os certificados de participação nas três ações, devendo, a partir do dia 5 de setembro, contribuir para a contínua melhoria da qualidade do serviço educativo prestado e, em primeira instância, para o bem-estar das nossas crianças.