Município da Covilhã
Tlf:. 275 330 600 (Chamada para a rede fixa nacional)
24-11-2023

PISTA DE GELO ANIMA NATAL COM ARTE NA COVILHÃ

Uma tenda de Natal com uma pista de gelo natural, um parque de neve na Aldeia Natal, ou a já tradicional partilha do “Mega Bolo Nevão” são alguns dos destaques do “Natal com Arte 2023”, evento promovido pela Câmara da Covilhã com o objetivo de fomentar o espírito natalício e proporcionar a todos os covilhanenses e aos visitantes uma época festiva mais animada e feliz.


O evento arranca já no dia 01 de dezembro e prolonga-se até ao dia 07 de janeiro de 2024, com um programa diversificado, que inclui o Mercadinho de Natal, a Casinha do Pai Natal, as Rotundas de Natal e ainda exposições, concertos espetáculos e a mostra e venda de produtos típicos, de artesanato e de outras artes.
Envolvendo diversas estruturas municipais, escolas, associações, juntas de freguesia e entidades do concelho, a edição deste ano também engloba oficinas e atividades religiosas como, por exemplo, a Missa do Galo.


O objetivo é ser o mais abrangente possível e responder às expectativas de diferentes gerações, tal como frisa a Vereadora com o pelouro da Cultura, Regina Gouveia, explicando que, além dos mais pequenos, que são os que mais vibram com as diversões de Natal, as propostas também procuram envolver os mais jovens e as famílias.
A componente social e solidária também não é esquecida e o Município volta a promover a iniciativa “Noite Feliz”, com a distribuição de ceias de Natal, bem como a entrega de vales solidários aos mais carenciados, prevendo até um aumento do número de beneficiários. 


No campo lúdico a principal novidade prende-se com a tenda de Natal com percurso de gelo, que terá entradas gratuitas para as escolas e pagas para os restantes utilizadores, sendo que o valor angariado reverte integralmente para os Bombeiros Voluntários da Covilhã. 


A iluminação de Natal, que será ligada no dia 01 de dezembro, é outra das vertentes que está incluída e que, certamente, contribuirá para fomentar o espírito natalício e também para ajudar a dinamizar o comércio tradicional.